Confira as principais demandas em tecnologia, sustentabilidade, comercial, marketing, inovação e gestão de pessoas, entre outras áreas.

CONFIRA AS PRINCIPAIS DEMANDAS EM TECNOLOGIA, SUSTENTABILIDADE, COMERCIAL, MARKETING, INOVAÇÃO E GESTÃO DE PESSOAS, ENTRE OUTRAS ÁREAS

Pandemia, eleições e Copa do Mundo. Esses são apenas alguns dos acontecimentos que devem marcar 2022. O ano que está prestes a começar traz incertezas sobre o cenário político-econômico e sobre a evolução da crise sanitária. Mesmo assim, é possível fazer previsões sobre o que irá acontecer com o mercado de trabalho. A Talenses Group, holding especializada em recrutamento e seleção, elaborou um relatório com as profissões que estarão em alta no próximo ano.

“Um dos fatores determinantes para o ano que vem é a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto entre 0,5% e 1,5%”, diz Alexandre Benedetti, fundador da Talenses. A economia mais plana, diz, terá um impacto direto no recrutamento.

“Com um mercado moderado, as contratações passam a ser pontuais e estratégicas”, explica Benedetti. Desde 2019, o Brasil vinha de uma onda de demissões e enxugamento de times. “A situação começou a mudar no início deste ano, com o mercado começando a contratar e algumas empresas inclusive tirando o atraso de contratações que ficaram represadas durante a pandemia. Continuaremos nesse ritmo pelo menos até o primeiro semestre de 2022. Apesar do ano apresentar certa instabilidade, as expectativas vão de positivas a moderadas.”

As perspectivas para 2022 são positivas, vemos o mercado voltando a contratar e algumas empresas inclusive tirando o “atraso” de contratações que ficaram represadas durante a pandemia, projetos de expansão de negócios com vagas novas e não apenas substituições voltam a surgir, as empresas se mostram mais confiantes de investirem e projetarem seus budgets para 2022 um cenário de crescimento.

Confira a seguir as profissões que estarão em alta no ano que vem.

TECNOLOGIA

O setor continuará sofrendo com a falta de mão de obra qualificada. “O Brasil está precisando de profissionais que supram essa demanda digital, especialmente nas áreas de e-commerce e supply chain”, diz Benedetti. “Tecnologia é o que integra tudo: logística, suprimentos, distribuição, entre outros setores.”

As profissões que se destacam no setor são:

• engenheiros de software;
• desenvolvedores e programadores;
• cientistas de dados;
• desenvolvedores digitais (UX e UI);
• data protection officers (para ajudar no cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados).

CADEIA DE SUPRIMENTOS

A pandemia comprovou a necessidade de uma cadeia de suprimentos bem gerenciada. “Hoje existe uma escassez global de recursos que afeta toda a cadeia. O que acontece na Ásia impacta a China, que impacta o Brasil. Há muitos desafios nesse setor.” Por conta disso, serão muito demandados profissionais de supply chain que possam otimizar projetos e consequentemente trazer ganhos de produtividade

COMERCIAL E MARKETING

Interligadas ao supply chain estão as profissões relacionadas à oferta e demanda de produtos. Entram aqui profissionais de vendas, e também os cargos de gerente comercial e de marketing. “Hoje o comercial vai além da venda, vai atrás da receita”, diz o executivo. Ele diz que os profissionais do C-level devem ficar atentos à interdependência entre às áreas e estar prontos para ocupar diferentes posições.

Dentro do marketing, descaque para proffisionais ligados  a customer experience (CX) e growth (crescimento). “Em compensação, teremos cada vez menos profissionais de branding”, diz Benedetti, do Talenses Group.

ESG

“Um tema que continuará sendo prioridade por muito tempo é a agenda ESG”, afirma o fundador da Talenses. Cada empresa dará uma atenção maior para questões ambientais, sociais ou de governança. Mas muidas delas devem sair em busca de diretores de ESG e profissionais que fortalecem as áreas de diversidade e inclusão.

INOVAÇÃO

Oportunidades como gerente ou coordenador de inovação devem aparecer ao longo do ano, diz Benadetti. “Não importa o tamanho, maturidade ou natureza do negócio, a necessidade de continuar reinventado o negócio continuará presente.” Profissionais da área devem usar plataformas como o LinkedIn para mostrar que estão em dia com as últimas tendências de tecnologia e gestão.

FUSÕES E AQUISIÇÕES

A Talenses prevê um aumento na procura por gerentes de compras e profissionais de M&A, principalmente nos níveis de coordenação e diretoria. “Acreditamos nessa projeção porque, em momentos de instabilidade, aparecem oportunidades. A área já vem muito aquecida nos dois últimos anos”, diz Benedetti.

RECRUTAMENTO

Para atender a todas essas demandas corporativas, serão precisos bons recrutadores e gestores de recursos humanos, em dia com as novas ferramentas do setor. “Áreas de aquisição de talentos e recrutamento serão necessárias para contratar os profissionais que vão ajudar as empresas a crescer”, finaliza.

Compartilhe

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Relacionados

Inscreva-se na nossa newsletter

Ao clicar em "enviar contato" abaixo, você concorda em permitir que a Alumni COPPEAD armaneze o seu e-mail para fornecer o conteúdo solicitado. Você pode cancelar o recebimento da newsletter quando quiser. Confira nossa Política de Privacidade.

Tenha em mãos todos os detalhes do curso

Preencha seu nome e e-mail para receber as informações completas do programa:

2005-, PhD in Economics, Graduate School of Economics, Getulio Vargas Foundation, Brazil. Expected completion: January 2010 • 2009, Fall. Visiting PhD student at Yale University, USA. • 2004-2006 M.Sc. in Economics, Graduate School of Economics, Getulio Vargas Foundation, Brazil. • 2000-2004 B.A. in Economics, Rio Grande do Sul Federal University, Brazil. • 1997-1999 High School at Military School of Porto Alegre.

2005-, PhD in Economics, Graduate School of Economics, Getulio Vargas Foundation, Brazil. Expected completion: January 2010 • 2009, Fall. Visiting PhD student at Yale University, USA. • 2004-2006 M.Sc. in Economics, Graduate School of Economics, Getulio Vargas Foundation, Brazil. • 2000-2004 B.A. in Economics, Rio Grande do Sul Federal University, Brazil. • 1997-1999 High School at Military School of Porto Alegre.